Home » Automobilismo » F1 Rússia – O brilhante Hamilton vence e abre 50 pontos sobre o adversário Vettel

F1 Rússia – O brilhante Hamilton vence e abre 50 pontos sobre o adversário Vettel

O inglês Lewis Hamilton, mesmo tendo um carro sabidamente inferior que as Ferraris, chegou a Sochi com 40 pontos de vantagem sobre Sebastian Vettel, seu único adversário na luta pelo quinto título da carreira de ambos. Ao final da corrida, de forma brilhante e polêmica, venceu a 70ª vitória da carreira e, melhor, abriu 50 pontos sobre o vice-líder do campeonato, Sebastian Vettel. Em segundo chegou o companheiro do Hamilton na Mercedes, Valtteri Bottas. Em terceiro, fechando o pódio, chegou o alemão Vettel, que a partir desta corrida, faltando cinco etapas para o final da temporada, para ser o campeão agora depende dos resultados de outros pilotos.


A vitória do Hamilton veio da ordem do Toto Wolff para que Bottas Deixasse o companheiro Lewis passar, já que o Vettel estava ameaçando a posição do Lewis. Bottas contrariado obedeceu, mas deixou claro que não gostou, quase parando para o companheiro e líder do campeonato passar e pior teve de se tornar escudeiro do inglês. Já ao final da corrida enquanto o Hamilton comemorava mais uma vitória, Toto Wolff falava com Bottas pelo rádio “foi um dia difícil para você e para nós, parabéns pelo bom trabalho”.


Na entrevista da vitória Hamilton agradeceu ao Bottas pela ajuda e completou “o que mais importa é o resultado para a equipe e o campeonato”. Com 50 pontos de vantagem equivalente a duas corridas sobre o Vettel faltando 5 etapas, Lewis Hamilton já está com uma mão na taça para se igualar ao argentino Juan Manuel Fangio que tem cinco títulos, (curiosamente também correndo de Mercedes) e se tornar o segundo vencedor na categoria com cinco títulos, atrás apenas do alemão Michael Schumacher com sete.

A grande sensação da prova da Rússia foi o holandês Max Verstappen que largou em décimo nono, para sete voltas depois já estar em quinto superando 14 adversários em poucas voltas. Outra façanha do holandês foi andar 43 voltas sem paradas com os pneus macios (amarelo), com o quinto lugar na corrida se tornando o piloto do dia em Sochi.

Outro que chamou a atenção foi o estreante na categoria, o piloto Monegasco Charles Leclerc que levou a sua Sauber/Alfa Romeu ao sétimo lugar, enquanto seu companheiro e experiente Marcus Ericson, sem marcar pontos, não passou da décima terceira posição, ficando bem atrás na pontuação do campeonato do novato Leclerc com seis pontos contra 21 do monegasco, situação que chamou a atenção dos dirigentes da Ferrari levando Leclerc para Maranello para ser companheiro do Vettel em 2019. A próxima corrida acontece no Japão dia 7 de outubro.

Confira abaixo a classificação completa da prova e do campeonato.

Silvio Porto

Silvio Porto é um jornalista que estreou na extinta Revista Afinal como repórter fotográfico, passou pelas Revistas Placar e Quatro Rodas onde conquistou prêmios importantes. Viajou pelo mundo cobrindo futebol, os principais salões do automóvel (Paris, Frankfurt, Detroit e São Paulo), além de Fórmula 1 e os lançamentos de carros e motos. Fez parte do quadro de jurados do Prêmio “Carro do Ano”, da Revista Auto Esporte e há oito anos é um dos jurados do Prêmio Imprensa Automotiva realizado pela Abiauto – Associação Brasileira da Imprensa Automotiva. Hoje é diretor e editor do Portal MotorCar (www.motorcar.com.br) e do Blog do Silvio Porto (www.silvioporto.com.br).

Similar posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

UA-58373095-2