Home » Automobilismo » Fórmula E: Brasileiro di Grassi supera Buemi e é o Campeão de 2017

Fórmula E: Brasileiro di Grassi supera Buemi e é o Campeão de 2017

O domingo (30/07) foi de festa para o brasileiro Lucas di Grassi. Ele conquistou o título mundial na Fórmula E, na última etapa disputada em Montreal, no Canadá, mesmo terminando em sétimo lugar na corrida 2. “Foi um ano fantástico. Tenho que agradecer a equipe ABT Schaeffler Audi Sport. Embora tivessem momentos difíceis, tivemos que tomar decisões difíceis como correr com uma perna quebrada”, disse di Grassi.

E completou: “Nos empenhamos muito neste campeonato desde o início, lutamos por vitórias e pelo campeonato por dois anos seguidos. Mas sempre faltou algo e perdemos por uma pequena margem. Este ano eu estava sob tanta pressão, assim como Sebastien [Buemi]. Hoje escrevo meu nome na história da Fórmula E com dois grandes nomes do automobilismo: Nelson Piquet Jr e Sebastien Buemi”.

A última prova da temporada foi vencida por Jean-Éric Vergne, com Felix Rosenqvist em segundo e Jose Maria Lopez em terceiro. Di Grassi cruzou a linha de chegada em sétimo, mas a posição foi suficiente para o brasileiro conquistar seu primeiro título na categoria.

Sebastien Buemi queria garantir seu bicampeonato, mas não conseguiu. Ficou com o vice ao terminar a prova na 11ª posição. O outro brasileiro na prova foi Nelsinho Piquet, o primeiro campeão da Fórmula E, que terminou em 16º lugar. Di Grassi fechou a temporada com 181 pontos, Buemi com 157 pontos e Rosenqvist com 127 pontos.

E vem novidades para a Fórmula E, corrida de carros elétricos em circuitos de rua. A Mercedes-Benz anunciou que tem planos para entrar na categoria na temporada 2019/20. E a atual bicampeã de endurance, a Porsche, também revelou que deixará o WEC (Campeonato Mundial de Endurance) para entrar na Fórmula E em 2019. As duas fabricantes alemãs se juntam às empresas que já disputam o campeonato: Audi, BMW, Citroën/DS, Jaguar, Mahindra e Renault.

Silvio Porto

Silvio Porto é um jornalista que estreou na extinta Revista Afinal como repórter fotográfico, passou pelas Revistas Placar e Quatro Rodas onde conquistou prêmios importantes. Viajou pelo mundo cobrindo futebol, os principais salões do automóvel (Paris, Frankfurt, Detroit e São Paulo), além de Fórmula 1 e os lançamentos de carros e motos. Fez parte do quadro de jurados do Prêmio “Carro do Ano”, da Revista Auto Esporte e há oito anos é um dos jurados do Prêmio Imprensa Automotiva realizado pela Abiauto – Associação Brasileira da Imprensa Automotiva. Hoje é diretor e editor do Portal MotorCar (www.motorcar.com.br) e do Blog do Silvio Porto (www.silvioporto.com.br).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

UA-58373095-2