Home » Automobilismo » GP de Abu Dhabi: uma corrida de volta ao passado, na terceira vitória de Bottas

GP de Abu Dhabi: uma corrida de volta ao passado, na terceira vitória de Bottas

Os carros entraram na pista para o GP de Abu Dhabi, última etapa da temporada da F1, com o título já decidido. O campeão de 2017 foi Lewis Hamilton, da McLaren, que garantiu o título no GP do México. O vice-campeonato, que estava em aberto, ficou com o alemão Sebastian Vettel, que terminou em terceiro na corrida. Hamilton, que durante toda a prova serviu de escudeiro para o líder e companheiro Bottas, cruzou a linha de chegada em segundo lugar.

A última prova de 2017 foi tão chata, tão chata, que na largada os dez primeiros mantiveram suas posições até a volta 20 quando o australiano Daniel Ricardo bateu a roda traseira direita de sua RBR no guard-rail, abandonando a prova logo em seguida com problemas “hidráulicos”. Daí para a frente, depois da primeira janela de pit, a maioria dos pilotos voltou para suas respectivas posições, até a volta 24, quando o espanhol Fernando Alonso, depois de uma disputa por mais de 20 voltas com o brasileiro Felipe Massa, em mais de vinte voltas, superou o brasileiro no final da reta dos boxes.

A corrida continuava a mesma, com os dez primeiros nas mesmas posições, Bottas liderando e Massa em décimo, atrás de Alonso. Com toda essa monotonia durante a prova aqueles aqui no Brasil que viam a prova pela TV tiveram que aguentar o saudosismo do trio da Globo: Galvão Bueno, Reginaldo Leme e Luciano Burti. Tiveram que aguentar as lembranças de Galvão sobre a disputa entre Michael Schumacher e Rubens Barrichelo, para nós do MotorCar, muito desonesta e a favor do alemão.

Já Reginaldo Leme desenterrou a disputa na Ferrari entre Fernando Alonso e Felipe Massa dizendo que as ordens da equipe favorecendo o espanhol tiraram as chances de Massa conseguir um melhor resultado na F1. Mas Reginaldo esqueceu de dizer que as ordens da Ferrari para deixar o espanhol passar é que Alonso estava disputando o campeonato com os dois pilotos da RBR, Sebastian Vettel e Marc Weber. Vettel acabou sendo campeão em 2010.

Outra eresia cometida pelo trio da Globo, foi o ex-piloto de F1, Luciano Burti, comparando o franco-suíço Romain Grosjean, sem nenhum resultado expressivo na categoria, ao francês tetra campeão mundial Alain Prost.

Uma curiosidade foi ver o presidente da Renault Sport Racing, Jérôme Stoll (ex-presidente da Renault no Brasil), nos boxes da equipe colocando as mãos no rosto e balançando a cabeça negativamente em função de um erro dos mecânicos que deixaram a roda dianteira esquerda do espanhol Carlos Sainz solta, por pouco não provocando um acidente de sérias proporções. Sainz abandonou.

E a corrida terminou quase como começou. A exceção de Daniel Riccardo que abandonou com sua RBR com problemas hidráulicos e de Fernando Alonso que largou em décimo primeiro, superou Felipe Massa e terminou em nono. Já Massa se despediu da categoria marcando um pontinho pelo décimo lugar, sua posição de largada.

Com o final da temporada, Hamilton foi campeão com 363 pontos e Vettel ficou com o vice, com 317 pontos. Bottas foi o terceiro com 305 pontos. O brasileiro Felipe Massa fechou a temporada na 11ª posição com 43 pontos. Já na classificação de construtores o título ficou com a Mercedes que somou 668 pontos, seguida pela Ferrari com 522 e RBR com 368 pontos.

Pilotos e equipes voltam para o início da temporada 2018 no dia 25 de março no GP da Austrália.

CLASSIFICAÇÃO DA CORRIDA

CLASSIFICAÇÃO DE PILOTOS NO CAMPEONATO

CLASSIFICAÇÃO DE CONSTRUTORES NO CAMPEONATO

 

Silvio Porto

Silvio Porto é um jornalista que estreou na extinta Revista Afinal como repórter fotográfico, passou pelas Revistas Placar e Quatro Rodas onde conquistou prêmios importantes. Viajou pelo mundo cobrindo futebol, os principais salões do automóvel (Paris, Frankfurt, Detroit e São Paulo), além de Fórmula 1 e os lançamentos de carros e motos. Fez parte do quadro de jurados do Prêmio “Carro do Ano”, da Revista Auto Esporte e há oito anos é um dos jurados do Prêmio Imprensa Automotiva realizado pela Abiauto – Associação Brasileira da Imprensa Automotiva. Hoje é diretor e editor do Portal MotorCar (www.motorcar.com.br) e do Blog do Silvio Porto (www.silvioporto.com.br).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

UA-58373095-2