Home » Automobilismo » Lewis Hamilton reclama da insegurança do GP do Brasil

Lewis Hamilton reclama da insegurança do GP do Brasil

Depois do assalto que seus companheiros na Mercedes sofreram ao sair de van do Autódromo de Interlagos, nesta sexta-feira (10/11) por volta das 19 hs, Lewis Hamilton desabafou nas redes sociais: “Todo ano é a mesma coisa”.

“Alguns dos membros da minha equipe foram colocadas na mira de armas de fogo ontem à noite quando deixavam o circuito aqui no Brasil. Tiros foram disparados, armas foram colocadas nas cabeças de algumas pessoas. É muito decepcionante saber disso. Por favor, façam uma oração para meus companheiros, que estão aqui como profissionais”, desabafou Hamilton.

Segundo informações, os criminosos abordaram a Van da Mercedes na Av. Interlagos, principal avenida de acesso ao Autódromo, e roubaram relógios e até passaportes. Além disso, ficaram na mira das armas, mas ninguém se feriu. Há rumores de que a Van com membros da Williams também foram roubados na saída de Interlagos.

Hamilton ainda criticou a segurança do GP do Brasil: “Isso acontece todos os anos aqui. A F1 e as equipes precisam fazer mais. Não há desculpa”. Diante do acontecido, cinco vans da Mercedes foram escoltadas até Interlagos na manhã deste sábado (11/11).

Silvio Porto

Silvio Porto é um jornalista que estreou na extinta Revista Afinal como repórter fotográfico, passou pelas Revistas Placar e Quatro Rodas onde conquistou prêmios importantes. Viajou pelo mundo cobrindo futebol, os principais salões do automóvel (Paris, Frankfurt, Detroit e São Paulo), além de Fórmula 1 e os lançamentos de carros e motos. Fez parte do quadro de jurados do Prêmio “Carro do Ano”, da Revista Auto Esporte e há oito anos é um dos jurados do Prêmio Imprensa Automotiva realizado pela Abiauto – Associação Brasileira da Imprensa Automotiva. Hoje é diretor e editor do Portal MotorCar (www.motorcar.com.br) e do Blog do Silvio Porto (www.silvioporto.com.br).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

UA-58373095-2