Home » Automóveis » Avaliação: Jac T5 com câmbio CVT, uma boa alternativa para quem quer um SUV

Avaliação: Jac T5 com câmbio CVT, uma boa alternativa para quem quer um SUV

A Jac nos ofereceu o SUV T5 equipado com câmbio CVT para avaliação no Portal MotorCar. Depois de uma semana, uma boa surpresa. O modelo chinês agradou pelo nível de ruído baixo,  pelo conforto, pelo preço (o modelo avaliado custa R$ 75.990) e pela garantia (seis anos). Um excelente custo-benefício.

Design: diferente de vários modelos chineses, o Jac T5 conta com design bem moderno. De lateral, lembra o Hyundai ix35. Traz, ainda, faróis e lanternas em LEDs. Se comparado com o T5 manual as duas versões são iguais, com diferença apenas no logotipo CVT na traseira do carro. O que não agrada no design é a grade trapezoidal que não conversa com o bonito design do carro. Uma coisa é certa, chama a atenção por onde passa.

Jac T5 CVT 2017

Na parte interna há espaço para motorista e mais quatro passageiros com folga. Todos os ocupantes são brindados com bastante conforto, tanto na dianteira quanto no espaço traseiro. E se você procura um SUV com bom espaço no porta-malas, vai ficar feliz com o do T5. Sua capacidade é de 600 litros. Apenas para comparação com seus principais concorrentes, o Honda HR-V tem 437 litros, o Renault Duster, 475 litros, o EcoSport, 362 litros e o Jeep Renegade, 273 litros.

Jac T5 CVT 2017

Há quem não se importe com o tamanho do porta-malas, mas se incomoda com o material de acabamento do carro. Neste item, a Jac poderia ter melhorado um pouco mais, por exemplo, com materiais mais agradáveis ao toque. Mas como dizem os designers, não tem como agradar a todos os consumidores, com cores, equipamentos, detalhes, motor… Ai lembro da frase que minha mãe dizia: “o que seria do vermelho se todos gostassem do preto”.

Jac T5 CVT 2017

Agora, a lista de equipamentos de série é extensa no Jac T5. Há ar condicionado digital, cruise control, kit multimídia com mirror link e tela de 8 polegadas com conexão HDMI e Bluetooth, leitor de MP3, entradas USB e SD Card e função Link, que permite conectar, espelhar e operar todas as funções de alguns modelos de smartphones ou tablets através do touchscreen da tela HD de 8 polegadas.

Jac T5 CVT 2017

Tem, ainda, câmera de ré, controles de estabilidade e de tração, assistente de partida em rampas, distribuidor de frenagem, assistente de frenagens, pedal inteligente de freio, vidros/travas/retrovisores elétricos, alarme, sensor de estacionamento, direção com assistência elétrica, faróis de neblina dianteiros e traseiros, banco do motorista com regulagem de altura, freios a disco nas quatro rodas e rodas de liga leve aro 16 polegadas.

Jac T5 CVT 2017

E claro, a “menina dos olhos” da JAC: a transmissão automática CVT, desenvolvida pela Punch Power Train, da Bélgica, com três modos de condução: Drive, Sport e Sequencial ou Manual. Neste último, o condutor comanda o instante em que quer realizar as trocas de marchas. A condução do T5 com câmbio CVT agradou, principalmente as trocas das marchas que se mostraram bem suaves. O desempenho é bom. Nas retas anda muito bem, oferecendo bastante conforto ao motorista, que tem todos os comandos à mão.

Mas em subidas íngremes, o motorista precisa “aprender” alguns macetes, como ajudar com o câmbio sequencial. Ou seja, manualmente o condutor desce a marcha, e o carro responde melhor e sobe com mais facilidade. Caso contrário, sentirá dificuldade em ladeiras.

Jac T5 CVT 2017 motor 1.5

O T5 CVT conta com o mesmo motor da versão manual, ou seja, um 1.5 litro, Flex, com quatro válvulas por cilindro e variador de fase no comando de admissão (VVT), que desenvolve potência máxima de 125 cv a gasolina e 127 cv com etanol, a 6.000 rpm. O torque máximo é de 152 Nm (gasolina) e 154 Nm (etanol), ambos a 4.000 rpm.

Em resumo, o T5 que já era um bom SUV, melhorou com o CVT, oferecendo mais conforto. É um chinês moderno, com bom custo benefício e que faria sucesso em qualquer mercado, principalmente, na Europa. O preço do T5 parte de R$ 72.990.

FICHA TÉCNICA JAC T5 CVT

Itens Modelo JAC T5 CVT
Versão 1.5 VVT 16V JetFlex
Dimensões Comp./ Larg. / Alt.(mm) 4.325 × 1.765 × 1.625
Entre eixos (mm) 2.560
Bitola Diant. / Tras. (mm) 1.480 / 1.475
Peso em ordem de marcha (kg) 1.220
Capacidade do porta-malas (L) 600
Capacidade do tanque de combustível (l) 45
Motorização Tipo de motor 4 cilindros em linha
Deslocamento volumétrico (cm3) 1.499
Diâmetro (mm) 75
Curso (mm) 84,8
Comando de válvulas DOHC 16V VVT
Potência Máxima (cv/rpm) 125/6.000 (Gasolina)                                   127/6.000 (Etanol)
Torque Máximo (Nm/rpm) 152/4.000 (Gasolina)                                                   154/4.000 (Etanol)
Taxa de compressão 10:1
Transmissão Tipo CVT, com 6 marchas virtuais
Suspensões Dianteira Independente, tipo McPherson, com molas helicoidais e barra estabilizadora
Traseira Semi-independente, eixo de torção, com molas helicoidais e barra estabilizadora
Freios Discos ventilados na dianteira e discos sólidos na traseira
Rodas Pneus 205/55 R16
Rodas Em liga de alumínio 16″
Performance Velocidade máxima 192 km/h
Aceleração de 0 a 100 km/h 12,3 segundos

 

Célia Murgel

Célia Murgel é jornalista, trabalhou como repórter nas Revistas Quatro Rodas, MotorShow, Scuba, Época, Crescer e Galileu. Recebeu quatro prêmios de jornalismo como Prêmio Volvo de Segurança, Prêmio Abril, Prêmio Anfavea de Segurança e Prêmio Abraciclo. É editora do Portal MotorCar desde seu lançamento em 2000.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

UA-58373095-2