Home » Automobilismo » F1 Azerbaijão: O novo líder, Hamilton, vence uma prova repleta de erros e acidentes.

F1 Azerbaijão: O novo líder, Hamilton, vence uma prova repleta de erros e acidentes.

O Grande Prêmio de Azerbaijão disputado neste domingo (29/04) na pista de Bakú foi cheia de alterações por acidentes provocados por erros dos pilotos como o do finlandês Kimi Raikkonen, do francês Esteban Ocon, do alemão Nico Hulkenberg, dos companheiros Daniel Ricciardo e Max Versttapen, e Romain Grosjean.

O líder Vallteri Bottas estourou o pneu ao passar por cima de uma peça de algum carro que ficou na pista e o segundo colocado, Sebastian Vettel, perdeu o ponto de freada e caiu de posições. Com tanta confusão, Lewis Hamilton, conquistou sua primeira vitória, depois de seis corridas sem ocupar o lugar mais alto do pódio. Kimi Raikkone, que fez uma boa prova de recuperação terminou em segundo, seguido pelo mexicano Sergio Peres.

O finlandês Kimi Raikkonen e o francês Estebam Ocon abriram a lista de acidentes, quando Kimi forçou a ultrapassagem sobre Ocon, jogando sua Ferrari no meio da Force India provocando o abandono do francês. Com o safety car na pista, Kimi foi para o pit trocar o bico e os pneus do carro, voltando para a pista entre os últimos.

Em seguida foi a vez do alemão Nico Hulkemberg, na volta 11, abandonar a prova com a suspensão traseira quebrada depois de bater sua Renault no muro de proteção. Na volta 15, Raikkonen com uma ótima prova de recuperação já era o oitavo.

Na volta 22, Hamilton ocupava o segundo lugar e tentava diminuir a diferença de 3.5 para o líder Sebastian Vettel que tranquilo mantinha uma distância segura. Em uma dessas tentativas Hamilton forçou tanto que acabou dechapando os pneus, tendo que antecipar em muitas voltas sua entrada no pit para troca dos pneus super pelos macios (amarelo).

Com essa parada, Hamilton viu a situação da corrida ficar pior, caindo para terceiro, atrás de Vettel e o companheiro Valtteri Bottas. Na volta 30, Vettel, com a liderança da prova sob controle, foi para o pit trocar os pneus super pelos macios, e na volta à pista se posicionou em segundo, achando que o tempo que tinha em desvantagem para Bottas era o suficiente para retomar a liderança.

Entretanto, o alemão não contava com uma estratégia diferenciada do finlandês, que alongou ao máximo a janela de parada nos boxes. Na volta 38 e 39 os pilotos da RBR, Daniel Ricciardo e Max Versttappen entraram no pit e colocaram os pneus ultramacios (roxo). Na volta à pista, Verstappen retomou a quarta posição do companheiro. Ricciardo, inconformado, na volta 40 de 51 partiu para cima do companheiro.

Se valendo da asa móvel, na grande reta do circuito colocou sua RBR por fora, na direita, e Verstappen se defendeu. Com isso, Ricciardo, sabendo que Max – pelo regulamento – não poderia fazer uma segunda mudança, virou para fazer a ultrapassagem pela esquerda. Verstappen, descumprindo o regulamento, também foi para a esquerda, e como resultado, Ricciardo encheu a traseira da RBR do companheiro, provocando a entrada do safety car para retirada dos dois carros. Com o safety car na pista, Lewis Hamilton ganharia uma nova oportunidade de superar Sebastian Vettel, até então líder do campeonato.

Na volta 41, com o safety car ainda na pista, os líderes Bottas, Vettel, Hamilton e Raikkonen, que já era o quarto na prova, entraram no pit para trocar os pneus. Os quatro colocaram os ultramacios, os mais rápidos na prova, dando a entender que aquela relargada seria a mais disputada do final de semana do Azerbaijão. E confirmando as espectativas, a relargada foi sensacional, com Vettel atacando Bottas e Hamilton atacando Vettel.

Porém o alemão afoito passou do ponto de frenagem e saiu da pista. Danificou os pneus e caiu para a quarta posição, atrás do companheiro Raikkonen. Foi nessa hora que Bottas e Hamilton aproveitaram e assumiram as primeiras posições. E enquanto aqui na redação discutíamos se Bottas deixaria Hamilton ultrapassar por conta do campeonato, o pneu traseiro direito de Bottas estourou ao passar por cima de um detrito na pista na volta 49 e Hamilton assumiu a ponta.

Ao mesmo tempo pensávamos se o finlandês Raikkonen cederia a terceira posição para o alemão Vettel para diminuir o prejuízo, subindo pelo menos em terceiro no pódio.  Mas o que ninguém contava foi que o piloto mexicano da Force India, Sérgio Perez, ultrapassou Vettel, repetindo o resultado do ano passado, quando chegou em terceiro. Vettel se contentou com a quarta posição.

Lewis Hamilton comemorou sua 63ª vitória na Fórmula 1 e ainda assumiu pela primeira vez no ano a liderança do campeonato com 70 pontos, 4 a mais que o alemão Vettel, o vice-líder e principal adversário na busca pelo 5º título da carreira na F1.

Dois pilotos se destacaram no GP do Azerbaijão: Kimi Raikkonen que na 1ª volta estava entre os últimos e terminou no pódio com o segundo lugar; E o monegasco Charles Leclerc, estreante na categoria pela equipe Alfa Romeu/ Sauber, que terminou sua quarta corrida na Fórmula 1 em sexto lugar, marcando seus primeiros oito pontos na categoria. A próxima corrida, o GP da Espanha, acontece no dia 13 de maio.

CLASSIFICAÇÃO DA CORRIDA

PILOTO EQUIPE
1.Lewis Hamilton Mercedes
2.Kimi Raikkonen Ferrari
3.Sergio Perez Force India/Mercedes
4.Sebastian Vettel Ferrari
5.Carlos Sainz Renault
6.Charles Leclerc Sauber/Ferrari
7.Fernando Alonso McLaren/Renault
8.Lance Stroll Williams/Mercedes
9.Stoffel Vandoorne McLaren/Renault
10.Brendon Hartley Toro Rosso/Honda
11.Marcus Ericsson Sauber/Ferrari
12.Pierre Gasly Toro Rosso/Honda
13.Kevin Magnussen Haas/Ferrari
14.Valtteri Bottas Mercedes
— Romain Grosjean Haas/Ferrari
— Daniel Ricciardo RBR/Renault
— Max Verstappen RBR/Renault
— Nico Hulkenberg Renault
— Sergey Sirotkin Williams/Mercedes
— Esteban Ocon Force India/Mercedes

 

CLASSIFICAÇÃO DE PILOTOS NO CAMPEONATO

PILOTO PONTUAÇÃO
   
1.Lewis Hamilton 70
2.Sebastian Vettel 66
3.Kimi Raikkonen 48
4.Valtteri Bottas 40
5.Daniel Ricciardo 37
6.Fernando Alonso 28
7.Nico Hulkenberg 22
8.Max Verstappen 18
9.Sergio Perez 15
10.Carlos Sainz Jr. 13
11.Pierre Gasly 12
12.Kevin Magnussen 11
13.Charles Leclerc  8
14.Stoffel Vandoorne  8
15.Lance Stroll  4
16.Marcus Ericsson  2
17.Esteban Ocon  1
18.Brendon Hartley  1
19.Romain Grosjean  0
20.Sergey Sirotkin  0

 

CLASSIFICAÇÃO DE CONSTRUTORES NO CAMPEONATO

CONSTRUTORES PONTUAÇÃO
1.Ferrari 114
2.Mercedes 110
3.RBR/Renault  55
4.Mclaren/Renault  36
5.Renault  35
6.Force India/Mercedes  16
7.Toro Rosso/Honda  13
8.Haas/Ferrari  11
9.Sauber/Ferrari  10
10.Williams/Mercedes   4

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Silvio Porto

Silvio Porto é um jornalista que estreou na extinta Revista Afinal como repórter fotográfico, passou pelas Revistas Placar e Quatro Rodas onde conquistou prêmios importantes. Viajou pelo mundo cobrindo futebol, os principais salões do automóvel (Paris, Frankfurt, Detroit e São Paulo), além de Fórmula 1 e os lançamentos de carros e motos. Fez parte do quadro de jurados do Prêmio “Carro do Ano”, da Revista Auto Esporte e há oito anos é um dos jurados do Prêmio Imprensa Automotiva realizado pela Abiauto – Associação Brasileira da Imprensa Automotiva. Hoje é diretor e editor do Portal MotorCar (www.motorcar.com.br) e do Blog do Silvio Porto (www.silvioporto.com.br).