Home » Automobilismo » F1: Daniel Riccardo trocará RBR por Renault em 2019

F1: Daniel Riccardo trocará RBR por Renault em 2019

Surpresa no circo da Fórmula 1: A RBR anunciou nesta sexta-feira (03/08) que Daniel Ricciardo deixará a equipe no final da temporada 2018. Em seguida, a Renault anunciou a contratação do piloto australiano.

Christian Horner, chefe da RBR, comentou: “Respeitamos totalmente a decisão de Daniel em deixar a RBR, e desejamos tudo de melhor para seu futuro”. E acrescentou: “Gostaria de agradecê-lo desde que se juntou ao time em 2014. O ponto alto, claro, foram as sete vitórias e os 29 pódios que conquistou até agora conosco”.

Após o anúncio da RBR, a Renault soltou um comunicado informando a contratação de Ricciardo por dois anos. Ele será parceiro de Nico Hulkenberg na equipe, o que significa que Carlos Sainz sairá do time francês.

Ricciardo declarou: “Foi provavelmente uma das decisões mais difíceis de se tomar na minha carreira até agora. Mas eu pensei que era hora de assumir um desafio novo”. E completou: “Percebo que há muito pela frente para permitir que a Renault atinja seu objetivo de competir no mais alto nível, mas fiquei impressionado com sua progressão em apenas dois anos, e sei que cada vez que a Renault está no esporte, eles eventualmente vão ganhar”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Silvio Porto

Silvio Porto é um jornalista que estreou na extinta Revista Afinal como repórter fotográfico, passou pelas Revistas Placar e Quatro Rodas onde conquistou prêmios importantes. Viajou pelo mundo cobrindo futebol, os principais salões do automóvel (Paris, Frankfurt, Detroit e São Paulo), além de Fórmula 1 e os lançamentos de carros e motos. Fez parte do quadro de jurados do Prêmio “Carro do Ano”, da Revista Auto Esporte e há oito anos é um dos jurados do Prêmio Imprensa Automotiva realizado pela Abiauto – Associação Brasileira da Imprensa Automotiva. Hoje é diretor e editor do Portal MotorCar (www.motorcar.com.br) e do Blog do Silvio Porto (www.silvioporto.com.br).