Home » Automobilismo » Temporada 2018 da F1 começará neste domingo na Austrália. Quem levará o 5º título da carreira? Hamilton ou Vettel?

Temporada 2018 da F1 começará neste domingo na Austrália. Quem levará o 5º título da carreira? Hamilton ou Vettel?

Em uma década de competição, dois pilotos se destacaram: o inglês Lewis Hamilton e o alemão Sebastian Vettel. Tanto Hamilton quanto Vettel estrearam na categoria na temporada de 2007. Porém o inglês tem sete corridas a mais que o alemão, já que estreou na Austrália, prova de abertura daquele ano, e Vettel, sete corridas depois, na prova dos Estados Unidos da América, substituindo o polonês Robert Kubica que havia sofrido um sério acidente com a Williams na prova anterior do Canadá.

Por ironia do destino, Hamilton mostrou para o alemão suas credenciais, vencendo sua segunda corrida na categoria. Naquela prova teve início a grande rivalidade entre os dois, onde atingiu a temperatura máxima na temporada de 2017 quando Hamilton conquistou seu quarto título, após uma disputa acirrada que só terminou na prova do México, 19ª etapa, onde se igualou a Vettel em títulos, conquistados em 2010, 2011, 2012 e 2013.

Segundo defensores, torcedores do Hamilton, essa conquista do alemão aconteceu porque não tinha um adversário a altura. Na época, o companheiro do alemão era o australiano Mark Webber, já em fim de carreira, que não tinha desempenho suficiente para enfrentar nem Vettle. Com isso, Vettel tinha a vida facilitada pelos dirigentes do time austríaco.

Em 2014, quando teve outro australiano como companheiro, neste caso Daniel Ricciardo, as coisas mudaram. Vettel passou a correr atrás do próprio companheiro que vencia provas atrás de provas, obrigando Vettel a procurar outra equipe. Em 2015, Sebastian Vettel se transferiu para a Ferrari, onde seus resultados foram minguados.

Em 2014, o australiano Daniel Ricciardo, nas disputas dentro da equipe RBR, perdeu todas.  Já lewis Hamilton enfrentou o todo poderoso Fernando Alonso na McLaren e o alemão Nico Rosberg, campeão de 2016. Mesmo com os fortes adversários, Hamilton conquistava ótimos resultados, com pódios e vitórias.

O acirramento entre os dois piorou muito na volta 20 da prova do Azerbaijão, em 2015, quando com o safety car na pista, o Vettel, em segundo, deu uma de Schumacher, e jogou sua Ferrari em cima da Mercedes do líder Hamilton. Conclusão: Vettel sofreu uma punição nada exemplar de 10 segundos e terminou em quarto lugar. Já Hamilton, que foi obrigado a parar no pit para recolocar o protetor do cokpit, perdeu várias posições e terminou a prova atrás do alemão, na quinta posição.

Portanto, é com muita rivalidade, pelos acontecimentos dos últimos anos, que  os dois vão largar em Melbourne, na Austrália, na abertura do campeonato de 2018 que acontecerá na madrugada do próximo domingo (25/03). Será a maior disputa entre os dois, na busca pelo quinto título.

Por tudo que fez em 2017, com direito a performances e recordes assombrosos, o inglês é o piloto  recordista em poles — 72 — e o segundo maior vencedor da história, com 62 vitórias, atrás apenas do alemão Michael Schumacher que somou 91 vitórias, porém a maioria questionável.

Hamilton vai alinhar no grid do Albert Park como grande favorito. Junte-se aí o fato de que o novo carro da Mercedes parece ser ainda melhor que o antecessor.

O “soldados” da equipe da estrela de prata deram um enorme passo à frente dos concorrentes, criando para o W09 linhas ainda mais suaves, com maior efeito aerodinâmico que o anterior W08. O time, comandado pelo alemão Toto Wolff, se mostrou tão forte que durante a pré-temporada sequer se deu ao trabalho de testar em ritmo de classificação, usando compostos mais duros.

Se isso se confirmar, na classificação e corrida do próximo domingo, Lewis Hamilton  sairá em grande vantagem na busca do 5º título. Como diz o ditado, treino é treino, corrida é corrida!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Silvio Porto

Silvio Porto é um jornalista que estreou na extinta Revista Afinal como repórter fotográfico, passou pelas Revistas Placar e Quatro Rodas onde conquistou prêmios importantes. Viajou pelo mundo cobrindo futebol, os principais salões do automóvel (Paris, Frankfurt, Detroit e São Paulo), além de Fórmula 1 e os lançamentos de carros e motos. Fez parte do quadro de jurados do Prêmio “Carro do Ano”, da Revista Auto Esporte e há oito anos é um dos jurados do Prêmio Imprensa Automotiva realizado pela Abiauto – Associação Brasileira da Imprensa Automotiva. Hoje é diretor e editor do Portal MotorCar (www.motorcar.com.br) e do Blog do Silvio Porto (www.silvioporto.com.br).