Home » Automóveis » Da nova aliança Volks e Ford poderá surgir uma Amarok feita na plataforma da Ranger.

Da nova aliança Volks e Ford poderá surgir uma Amarok feita na plataforma da Ranger.

O presidente mundial da Volkswagen, Herbert Diess, e o presidente mundial da Ford, Jim Hackett, confirmaram no Salão do Automóvel de Detroit, EUA, que as empresas pretendem desenvolver furgões comerciais e picapes de médio porte de forma conjunta e prevendo vendas globais a partir de 2022.

Complementando a notícia publicada em MotorCar nesta terça-feira (15/01), quando nascerá a primeira picape média da aliança? São muito fortes as expectativas de que neste primeiro momento, em função da grande experiência da marca americana na produção de picapes, surgirá uma Amarok feita na plataforma da Ranger.

Logo após o anúncio dos presidentes mundiais, Herbert Diess (VW) e Jim Hackett (Ford), o presidente da Ford brasileira, Lyle Watters, assumiu que liderará o projeto picape média. “A base vai ser a Ranger com a Ford liderando o projeto. A diferenciação vai ser fundamental. Como o veículo se comporta dinamicamente, cada montadora terá o seu DNA aplicado. As possibilidades estão abertas, mas ainda não existem definições porque agora se começam os desenvolvimentos”, explicou Rogélio Goldfarb, Vice-Presidente de Comunicação e Assuntos Governamentais no Brasil.

Já em relação aos motores, a liderança poderá ser da Volks já que seu motor V6 é um dos mais premiados em todo o mundo. “Em relação aos motores, ainda não há nada definido, mas existe a possibilidade de que o desenvolvimento em conjunto inclua também o compartilhamento de motores. Nós vamos compartilhar o que faz sentido”, afirmou Lyle Watters.

Outro ponto esclarecido por Watters é que este novo acordo entre as montadoras não é uma reedição da antiga Autolatina entre 1987 e 1996. “Este acordo não é um retorno aos tempos da Autolatina. O objetivo é compartilhar os custos para desenvolvimento de novos produtos, reduzindo custos e compartilhando plataformas”, disse. Já a produção das novas picapes em São Bernardo do Campo (SP) parece estar descartada, já que hoje as duas picapes são produzidas cada uma em suas unidades na cidade de Pacheco, na Argentina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Silvio Porto

Silvio Porto é um jornalista que estreou na extinta Revista Afinal como repórter fotográfico, passou pelas Revistas Placar e Quatro Rodas onde conquistou prêmios importantes. Viajou pelo mundo cobrindo futebol, os principais salões do automóvel (Paris, Frankfurt, Detroit e São Paulo), além de Fórmula 1 e os lançamentos de carros e motos. Fez parte do quadro de jurados do Prêmio “Carro do Ano”, da Revista Auto Esporte e há oito anos é um dos jurados do Prêmio Imprensa Automotiva realizado pela Abiauto – Associação Brasileira da Imprensa Automotiva. Hoje é diretor e editor do Portal MotorCar (www.motorcar.com.br) e do Blog do Silvio Porto (www.silvioporto.com.br).