Home » Automóveis » Design do novo Renault Clio deve servir de base para o novo Sandero no Brasil.

Design do novo Renault Clio deve servir de base para o novo Sandero no Brasil.

A Renault decidiu não esperar o Salão do Automóvel de Genebra, em março, para apresentar o novo Clio, que certamente servirá de inspiração para o novo Sandero aqui no Brasil. Primeiro a marca francesa revelou imagens do interior e agora novas fotos revelando o design externo. Os designers optaram por criar um novo habitáculo, com muitas novidades. Já para o desenho do carro foram mais cuidadosos, fazendo ajustes.

Há novidades no formato dos faróis em LED, que segue o mesmo design em forma de C do irmão Megane. Há, também um novo capô, um vinco mais pronunciado nas laterais e lanternas traseiras com desenho mais agressivo. E para completar, o teto ganhou novo formato para melhorar o desempenho aerodinâmico. Em resumo, a sensação que se tem é que o Clio ficou mais “premium”.

O interior recebeu mudanças bem significativas. Os painéis foram reprojetados, diminuindo as folgas e foram feitas vedações duplas para melhorar o isolamento interno. E como os clientes-alvo do Clio são jovens que querem conectividade, o novo Clio seguiu essa linha. A tela é sensível ao toque de 9,3 polegadas, com um sistema de entretenimento muito mais conectado. Em termos de qualidade se assemelha ao smartphone, e conta com revestimento antirreflexo para os dias de sol. O painel de instrumentos está rico em informações.

Outra novidade está nos assentos, revisados pela empresa, e agora com melhor ergonomia, dando aos passageiros mais apoio tanto por baixo como para os lados. Nos detalhes, os plásticos duros deram lugar para materiais de “toque suave”, melhorando a qualidade no interior. O novo Clio encolheu 14 milímetros no comprimento, medindo agora 4,05 metros, com 1,80 metros de largura e 1,44 metros de altura (30 mm mais baixo). O entre-eixos não foi divulgado.

O novo Renault Clio utiliza a plataforma CMF-B, uma arquitetura modular capaz de receber motores híbridos e elétricos. De acordo com a fabricante, essa plataforma será compartilhada com outros carros da Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi. Informações sobre motores e preços para o mercado europeu (as vendas começam em setembro) não foram divulgados pela empresa. Certamente querem guardar essas informações para a coletiva de imprensa do Salão de Genebra. E qualquer detalhe sobre essa nova geração nos interessa, visto que servirá de base para o novo Sandero brasileiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Silvio Porto

Silvio Porto é um jornalista que estreou na extinta Revista Afinal como repórter fotográfico, passou pelas Revistas Placar e Quatro Rodas onde conquistou prêmios importantes. Viajou pelo mundo cobrindo futebol, os principais salões do automóvel (Paris, Frankfurt, Detroit e São Paulo), além de Fórmula 1 e os lançamentos de carros e motos. Fez parte do quadro de jurados do Prêmio “Carro do Ano”, da Revista Auto Esporte e há oito anos é um dos jurados do Prêmio Imprensa Automotiva realizado pela Abiauto – Associação Brasileira da Imprensa Automotiva. Hoje é diretor e editor do Portal MotorCar (www.motorcar.com.br) e do Blog do Silvio Porto (www.silvioporto.com.br).