Home » Automóveis » Dirigimos o Jac T5 que chega no Brasil custando a partir de R$ 59.990

Dirigimos o Jac T5 que chega no Brasil custando a partir de R$ 59.990

Uma das estrelas do estande da Jac no Salão do Automóvel de São Paulo em 2014 foi o SUV T5. Demorou, mas o novo modelo da marca chinesa está chegando ao Brasil, custando entre R$ 59.990 e R$ 69.990, por enquanto com câmbio manual. As vendas do T5 começam em março quando estará no Brasil o primeiro lote com 500 unidades.

Jac T5 motor 2016

O T5 conta apenas com uma opção de motor já utilizado na família J3 S, bem como no J5: 1.5 16V VVT Jet Flex que desenvolve potência máxima de 125 cavalos quando abastecido com gasolina e 127 cv com etanol, a 6.000 rpm, e torque de 15,5 mkgf com gasolina e 15,7 mkgf com etanol, ambos a 4.000 rpm. Por enquanto o modelo será oferecido apenas com o câmbio manual de seis velocidades. A transmissão automática, tipo CVT (continuamente variável) será oferecida a partir de agosto.

E para avaliar o desempenho do novo T5 dirigimos o modelo da capital até Bertioga, no litoral norte de São Paulo. Na Rodovia dos Trabalhadores e na descida da Serra, que liga Mogi-Bertioga, o novo Jac andou bem nas retas e na descida. Como diz o ditado popular “para baixo todo santo ajuda”. Aproveitamos para observar o painel e comandos. Todas à mão e de fácil manuseio.
Destaque, nesta versão avaliada, para o sistema multimídia com mirror link (opcional) e tela de 8 polegadas, produzido pela Foxconn, onde o motorista pode incorporar seu smartphone. Possui conexão HDMI e Bluetooth, leitor de MP3, entradas USB e SD Card. A novidade fica por conta da função Link, que permite conectar, espelhar e operar todas as funções de alguns modelos de smartphones ou tablet.

Jac T5 interior 2016

O acabamento do interior é bom, com um toque de requinte. Apenas um detalhe nos chamou a atenção. Uma “emenda” acima da tela de oito polegadas, nada compatível com o restante do carro. Ponto negativo, também, para o nível de ruído interno. A transferência do ruído dos pneus para o interior do carro é grande e chega a incomodar. Nada que não possa ser ajustado até o início das vendas, para melhorar o isolamento acústico.

Jac T5 traseira 2016

Se na descida motor 1.5 e câmbio manual não reclamaram, na subida da serra o T5 sentiu um pouco o peso acima de 1.200 kg e pediu várias reduções de marcha. Mas na média, subiu bem. Resta saber um ponto importante para o consumidor: o consumo de combustível, o que só poderemos verificar em avaliação futura. A Jac informa que o T5 recebeu o selo “A” de eficiência energética conferido pelo Inmetro por conta dos resultados obtidos: 6,80 km/l na cidade e 9,63 km/l na estrada (etanol) e 8,18 km/l e 12,2 km/l (gasolina).

Jac T5 traseira 2016

O T5 tem praticamente as mesmas dimensões de seus maiores concorrentes: Ford Ecosport e Renault Duster. O novo Jacmede 4,32 metros de comprimento, ou seja, quase a mesma largura do Renault Duster (4,31 m), mas é maior que o Ford Ecosport (4,24 m). Na largura, entretanto, o Duster é maior, com 1,82 m contra 1,76 m do T5 e EcoSport. No entre-eixos, T5 mede 2,56 m, EcoSport 2,52 m e Duster 2,67 m. Por conta do entre-eixo de 2,56 metros há um bom espaço para motorista e passageiros, inclusive do banco traseiro. Durante o test drive o jornalista Fernando Campos, de Goiânia (GO) elogiou muito o espaço para as pernas.

O Jac T5 será oferecido em três versões: a de entrada Pack 1 por R$ 59.900, Pack 2 custando R$ 64.990 e a mais completa Pack 3 por R$ 69.990. A Pack 1 sai de fábrica com ar condicionado digital e automático, vidros-travas-retrovisores elétricos, alarme, sensor de estacionamento, sistema de freios com ABS, computador de bordo, faróis com regulagem elétrica de altura e acendimento automático e banco do motorista com ajuste de altura.

Jac T5 painel 2016

O Pack 2 tem a mais rodas de liga leve aro 16, faróis de neblina dianteiros e traseiro, rack no teto, assistente de partidas em aclives, ESP ou controle eletrônico de estabilidade. O  incorpora, ainda, bancos revestidos em couro, kit multimídia com mirror link e tela de 8 polegadas, além da câmera de ré. O porta-malas, de acordo com a Jac, tem capacidade para 600 litros. O modelo deve agradar aos consumidores brasileiros.

Jac T5 2016 porta-malas

De acordo com Sergio Habib, presidente da JAC no Brasil, o SUV T5 com câmbio CVT foi o escolhido para ser o primeiro modelo a sair da linha de montagem da fábrica da JAC que será construída em Camaçari, na Bahia. Serão investidos R$ 200 milhões na nova fábrica brasileira e as primeiras unidades devem ser comercializadas no primeiro trimestre de 2017. Por enquanto serão trazidas da China.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Célia Murgel

Célia Murgel é jornalista, trabalhou como repórter nas Revistas Quatro Rodas, MotorShow, Scuba, Época, Crescer e Galileu. Recebeu quatro prêmios de jornalismo como Prêmio Volvo de Segurança, Prêmio Abril, Prêmio Anfavea de Segurança e Prêmio Abraciclo. É editora do Portal MotorCar desde seu lançamento em 2000.