Home » Automóveis » Grave problema de saúde tira Sergio Marchionne do comando da FCA e Ferrari.

Grave problema de saúde tira Sergio Marchionne do comando da FCA e Ferrari.

A Fiat Chrysler Automobiles (FCA) anunciou neste sábado (21/07) que a piora no quadro de saúde do CEO Sergio Marchionne levou a empresa a substituí-lo as pressas por Mike Manley, que já estava em processo de treinamento para ocupar o cargo do executivo ítalo-canadense.

O anúncio foi feito após uma convocação de emergência para uma reunião da diretoria em Turim, na Itália. No comunicado divulgado pela FCA, a empresa disse estar “profundamente triste com as complicações inesperadas que aconteceram com Dr. Marchionne na última semana após uma cirurgia, e que piorou nas últimas horas. Por essa razão, Dr. Marchionne não poderá voltar ao trabalho”.

Com isso antecipou o processo de transição de Mike Manley para o cargo. O executivo estava no comando da Jeep desde 2009 e da RAM desde 2015. Mas ainda haverá uma reunião com os acionistas nos próximos dias para apresentarem a indicação de Manley.

Desde a saída de Marchionne do comando da Ferrari por graves problemas de saúde, a F1 ficou esperando por notícias, que esta semana não são nada boas. O Affaritaliani.it escreveu que “em vez de uma simples operação no ombro, era mais complicado e exigia um procedimento clínico complexo. Uma doença invasiva proveniente da próstata já havia se espalhado de maneira devastadora, mas só foi descoberta há pouco tempo”.

De acordo com a imprensa europeia, Marchionne está internado desde o final de junho na unidade de terapia intensiva (UTI) de um hospital de Zurique, na Suíça. Essa informação e de que a doença que o impede de retornar ao trabalho tem relação com câncer, sendo irreversível, não foram confirmadas pela FCA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Silvio Porto

Silvio Porto é um jornalista que estreou na extinta Revista Afinal como repórter fotográfico, passou pelas Revistas Placar e Quatro Rodas onde conquistou prêmios importantes. Viajou pelo mundo cobrindo futebol, os principais salões do automóvel (Paris, Frankfurt, Detroit e São Paulo), além de Fórmula 1 e os lançamentos de carros e motos. Fez parte do quadro de jurados do Prêmio “Carro do Ano”, da Revista Auto Esporte e há oito anos é um dos jurados do Prêmio Imprensa Automotiva realizado pela Abiauto – Associação Brasileira da Imprensa Automotiva. Hoje é diretor e editor do Portal MotorCar (www.motorcar.com.br) e do Blog do Silvio Porto (www.silvioporto.com.br).