Home » Automóveis » Lançamento: Renault Captur brasileiro chega às lojas custando a partir de R$ 78.900.

Lançamento: Renault Captur brasileiro chega às lojas custando a partir de R$ 78.900.

A vinda do Renault Captur para o Brasil deu o que falar. O conceito, mostrado no Salão do Automóvel de São Paulo de 2012, serviu apenas de vitrine para o consumidor brasileiro. Serviu mesmo de inspiração para a criação do Captur europeu, em 2013. E por lá fez sucesso. Durante uma viagem à Europa com a família, vimos muitas unidades rodando pelas ruas. E claro, aproveitei para dirigir também o modelo durante nossa estada em Portugal e Espanha. E o modelo agradou à família toda. Desde aquela época venho batendo na mesma tecla, escrevendo que a Renault certamente traria o Captur para o Brasil. A empresa desmentia. Até que expôs o modelo em seu belo estande no último Salão do Automóvel de São Paulo de 2016 e, enfim, confirmou seu vinda em 2017.

Novo Renault Captur 2017

E o dia de sua apresentação como modelo de produção para a imprensa especializada chegou e aconteceu na recém-inaugurada La Maison Renault, no bairro dos jardins, em São Paulo. O design do Captur continua agradando e segue a nova identidade visual da Renault, assinado pelo Technocentre da Renault, na França, em parceria com o Renault Design América Latina (RDLA), localizado em São Paulo. O SUV chama a atenção por onde passa e agrada aos olhos. Destaque para a pintura biton, ou seja, a possibilidade de ter o teto em uma cor diferente do restante do veículo.

Novo Renault Captur 2017 Painel

Em relação ao europeu, o modelo brasileiro produzido no Complexo Ayrton Senna, no Paraná, é maior no comprimento e entre-eixos oferecendo mais conforto aos ocupantes, e oferece maiores altura do solo e posição de dirigir. Além disso, a engenharia desenvolveu novas suspensão, carroceria e arquitetura eletrônica. O design, entretanto, é bem parecido. Na dianteira traz luzes diurnas de LED, no formato de “C” ao redor dos faróis de neblina, que alongam a grade inferior. Os faróis são modernos, enquanto o capô tem dois vincos bem marcados.

Novo Renault Captur 2017 Lateral

Visto de lateral, há um grafismo cromado na parte inferior das portas, acompanhando a linha de cintura elevada, e destaque, também, para as rodas de 17 polegadas. A traseira chama a atenção pelas lanternas de LEDs, pela ponteira do escapamento cromada e pelo friso cromado abaixo do porta-malas que percorre quase toda a extensão do para-choque. O que dá a imprenssão de um carro mais largo. Para a pintura em biton são oferecidas 13 combinações de cores, incluindo nove combinações em biton. O teto do Captur pode ser preto ou marfim. A carroceria pode ser preta, branca, marrom, laranja, marfim, vermelha, prata ou cinza.

O Renault Captur será oferecido nas concessionárias da marca, a partir de março, em duas versões, com duas opções de motorização e câmbio:

– Captur Zen 1.6 SCe (120 cv) manual por R$ 78.900: quatro airbags (dianteiros e laterais), controle eletrônico de estabilidade (ESP), controle eletrônico de tração (ASR), assistente de partida em rampas (HSA), freios com ABS, ISOFIX, direção eletro-hidráulica, volante com regulagem da altura, ar-condicionado, rodas aro 17 polegadas de liga leve, vidros elétricos, alarme perimétrico, chave-cartão hands free, comando de áudio e celular na coluna de direção (comando satélite), assento do condutor com regulagem de altura, sistema CAR (travamento automático das portas a 6 km/h), Luzes diurnas em LED, retrovisores rebatíveis, piloto automático com indicador e limitador de velocidade. Opcional: Media Nav + Câmera de Ré; pintura biton. A versão 1.6 com câmbio automático CVT chegará em maio.

– Captur Intense 2.0 16V (148 cv)automático por R$ 88.490: adiciona rodas aro 17 polegadas de liga leve diamantadas, apoio de braço, Media Nav 7” touchscreen, câmera de ré, ar-condicionado automático, sensor de chuva, farol de neblina com função Cornering Light, sensor crepuscular. Opcional: bancos em couro e pintura biton.

O Captur estreia um novo quadro de instrumentos. Com ótima leitura e desenho moderno, o quadro associa um velocímetro digital e displays em formato de meia-lua de cada lado. O computador de bordo digital é visualizado logo acima do conjunto. O interior ainda pode receber o acabamento em dois tons, dependendo da versão. O novo Renault acomoda cinco passageiros confortavelmente, graças aos 4,33 metros de comprimento e 2,67 metros de entre-eixos. a posição de dirigir é elevada e há uma grande área envidraçada. O porta-malas tem capacidade para 437 litros.

Não é apenas no design, na posição de dirigir e nos itens de série que o Renault Captur agrada. Agrada também no desempenho. Porém, dois detalhes importantes que poderiam ser revistos pela engenharia da marca francesa. O motor 1.6 de 120 cavalos de potência máxima sentiu um pouco o peso do carro ( kg). Nas retas longas, o giro sobe com o carro na quinta marcha, pedindo a sexta. Isto, inclusive, economizaria combustível. Pelos números fornecidos pela empresa, dos ângulos de entrada (23º) e de saída (31º), e também pela ótima altura do solo (212 mm) pode-se facilmente percorrer terrenos mais selvagens nos finais de semana.

Novo Renault Captur 2017 Interior

O Captur tem garantia de fábrica de 3 anos ou 100 mil quilômetros rodados, prevalecendo o que ocorrer primeiro. Clientes que optarem pelo financiamento via Banco Renault têm 5 anos de garantia. O plano de manutenção do modelo prevê revisões periódicas a serem feitas em intervalos de 10.000 quilômetros ou a cada ano de uso. Além disso, a rede de concessionárias Renault oferece para os proprietários o programa “Revisão com Preço Fechado” e o “Pacote de Preço Fechado de Peças”, que reúne os principais itens de desgaste e manutenção. Esses dois serviços permitem aos clientes saberem de forma antecipada quanto gastarão para a realização de reparos, já que os preços sugeridos dos dois pacotes incluem os valores de peças e mão de obra.

Os proprietários dos modelos também contam com o apoio do Renault Assistance, um serviço de atendimento emergencial e de socorro mecânico disponível 24 horas por dia, em todo território nacional. Esta assistência oferece técnico para reparo no local, remoção do automóvel para a concessionária mais próxima, meio de transporte alternativo aos ocupantes do veículo, entre outros. Para os veículos de passeio, o serviço é oferecido, gratuitamente, por 24 meses após a compra e 12 meses para veículos utilitários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Silvio Porto

Silvio Porto é um jornalista que estreou na extinta Revista Afinal como repórter fotográfico, passou pelas Revistas Placar e Quatro Rodas onde conquistou prêmios importantes. Viajou pelo mundo cobrindo futebol, os principais salões do automóvel (Paris, Frankfurt, Detroit e São Paulo), além de Fórmula 1 e os lançamentos de carros e motos. Fez parte do quadro de jurados do Prêmio “Carro do Ano”, da Revista Auto Esporte e há oito anos é um dos jurados do Prêmio Imprensa Automotiva realizado pela Abiauto – Associação Brasileira da Imprensa Automotiva. Hoje é diretor e editor do Portal MotorCar (www.motorcar.com.br) e do Blog do Silvio Porto (www.silvioporto.com.br).