Home » Automóveis » Saída do Reino Unido da União Europeia coloca em risco a fábrica do novo Astra. Já o Brasil poderá fabricar o novo Corsa em Porto Real (RJ).

Saída do Reino Unido da União Europeia coloca em risco a fábrica do novo Astra. Já o Brasil poderá fabricar o novo Corsa em Porto Real (RJ).

Segundo a agência de notícias Reuters, o Grupo francês PSA, que engloba as marcas francesas Peugeot, Citroen, DS, a alemã Opel e a britânica Vauxhall, anunciou que a decisão de construir o novo compacto Astra da próxima geração em Ellesmere Port, na Inglaterra, dependerá dos termos finais da saída da Grã-Bretanha da União Européia.

Um Brexit sem compromisso poderia significar tarifas sobre bens produzidos no Reino Unido e exportados para a UE (União Europeia) e, da mesma forma, impostos sobre produtos da UE enviados para o Reino Unido. Isso provavelmente acabaria com a fábrica, onde cerca de 800 empregos foram cortados desde que a PSA comprou a Opel/Vauxhall da General Motors em 2017, em meio a um declínio nas vendas das duas marcas. 

A SMMT, associação da indústria automobilística do Reino Unido, disse que um Brexit sem compromisso “teria um impacto devastador no setor e nas centenas de milhares de empregos que apoia”. Já o CEO da PSA, Carlos Tavares, foi na mesma linha de como será a saída do Reino Unido da União Européia. Disse “que uma decisão sobre se as versões eletrificadas seriam construídas em Ellesmere Port também dependeria do resultado do Brexit”.

Já para o Brasil, as possibilidades são boas, onde  existem planos de a PSA construir o novo Opel Corsa na planta industrial de Porto Real, (RJ). Como anunciado pelos executivos do grupo PSA, o novo compacto da Opel compartilhará a mesma plataforma do SUV 2008, que já é fabricado na planta carioca — a CMP, matriz modular desenvolvida em parceria com a chinesa Dongfeng, uma das acionistas da PSA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Silvio Porto

Silvio Porto é um jornalista que estreou na extinta Revista Afinal como repórter fotográfico, passou pelas Revistas Placar e Quatro Rodas onde conquistou prêmios importantes. Viajou pelo mundo cobrindo futebol, os principais salões do automóvel (Paris, Frankfurt, Detroit e São Paulo), além de Fórmula 1 e os lançamentos de carros e motos. Fez parte do quadro de jurados do Prêmio “Carro do Ano”, da Revista Auto Esporte e há oito anos é um dos jurados do Prêmio Imprensa Automotiva realizado pela Abiauto – Associação Brasileira da Imprensa Automotiva. Hoje é diretor e editor do Portal MotorCar (www.motorcar.com.br) e do Blog do Silvio Porto (www.silvioporto.com.br).