Home » Automóveis » Volkswagen encerra produção do Fusca para fabricar o Tarek, um SUV mais acessível.

Volkswagen encerra produção do Fusca para fabricar o Tarek, um SUV mais acessível.

A Volkswagen retirou o último fusca da linha de montagem nesta quarta-feira (10/08). Com uma serenata tocada por uma banda de mariachis e cercada por orgulhosos operários fabris, o lote final do compacto retro e arredondado foi celebrado nesta quarta na fábrica da VW no estado de Puebla, no centro do México.

Ou seja, mais de 80 anos após a introdução do modelo na Alemanha. A fábrica de Puebla, que já produz o crossover Tiguan, agora, terá a companhia do Tarek (SUV para países emergentes como o Brasil) que será produzido ali no lugar do Fusca a partir do final de 2020, disse Steffen Reiche, CEO da Volkswagen México.

Os últimos Beetle (para nós brasileiros Fuscas) serão vendidos na Amazon.com em um movimento que simboliza a adoção do futuro pela empresa, disse Reiche. “Hoje é o último dia. Tem sido muito emocional”, disse ele.

A fábrica do México ressurgiu com o Beetle – “morto” e depois revivido nos EUA – desde 1997. Com produção no Brasil e México, o Fusca agora sai de cena para dar lugar ao SUV mais acessível, Tarek. Já para o Brasil, a chegada deste novo SUV da Volkswagen está prevista para o início de 2021.

O “bug”, apelidado de Beetle, estreou em 1938 como um veículo acessível, encomendado por Adolf Hitler para promover a posse de carros entre os alemães. Com seu design peculiar e preço acessível, o carro se tornou uma história de sucesso nas décadas subsequentes e foi um dos modelos mais vendidos de todos os tempos.

Assim como a importação mais vendida nos Estados Unidos nos anos 1960, de acordo com publicações de automóveis. Na década de 1960, o Beetle era um ícone pequeno e belo da geração Baby Boom do pós-guerra.

O filme de 1968 “The Love Bug”, que apresentava um veículo antropomórfico, alimentou a febre do Fusca. Apesar de seu lugar na cultura popular, as vendas do Beetle foram fracas nos últimos anos. A montadora alemã anunciou em setembro que o Fusca seria eliminado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Silvio Porto

Silvio Porto é um jornalista que estreou na extinta Revista Afinal como repórter fotográfico, passou pelas Revistas Placar e Quatro Rodas onde conquistou prêmios importantes. Viajou pelo mundo cobrindo futebol, os principais salões do automóvel (Paris, Frankfurt, Detroit e São Paulo), além de Fórmula 1 e os lançamentos de carros e motos. Fez parte do quadro de jurados do Prêmio “Carro do Ano”, da Revista Auto Esporte e há oito anos é um dos jurados do Prêmio Imprensa Automotiva realizado pela Abiauto – Associação Brasileira da Imprensa Automotiva. Hoje é diretor e editor do Portal MotorCar (www.motorcar.com.br) e do Blog do Silvio Porto (www.silvioporto.com.br).