Home » Motos » Lançamento: Nova Yamaha YZF-R3 chega em agosto com preço a partir de R$ 23.990.

Lançamento: Nova Yamaha YZF-R3 chega em agosto com preço a partir de R$ 23.990.

Yamaha YZF-R3. Em sua segunda geração, está com visual ainda mais aerodinâmico, inspirado na “família R” das icônicas YZF-R6 e YZF-R1. Além das carenagens, também são novidade os faróis e luzes de posição em LED, novo tanque de combustível, nova altura do guidão, painel 100% digital com Shift Light, nova suspensão dianteira invertida e nova mesa superior.

A carenagem foi desenvolvida em túnel de vento. O para-brisa, inteiramente redesenhado, além de ter um visual mais arrojado, oferece um ótimo desempenho aerodinâmico, reduzindo a turbulência ao redor da área do capacete de quem a pilota.

Outro refinamento no design da nova R3 que ajudou na melhora aerodinâmica está no tanque de combustível. Sua altura foi reduzida em 20 mm, permitindo que o piloto consiga baixar mais o tronco sob o tanque, reduzindo a resistência e o arrasto do vento. A altura do guidão foi reduzida em 22mm para compor o novo posicionamento do piloto, assim como melhorar a aerodinâmica.

A nova R3 utiliza um chassi em aço do tipo Diamond com dupla trave superior, que concilia resistência com leveza, promovendo estabilidade e firmeza na pilotagem. Nas suspensões, que estão ainda mais competentes, os amortecedores dianteiros que equipavam a geração anterior da R3, deram lugar a novos amortecedores invertidos do tipo USD (Up Side Down) com 130mm de curso.

Na traseira, a suspensão utiliza o sistema do tipo Monocross, com balança assimétrica em aço, amortecedor único com sete regulagens na pré-carga da mola e curso 125mm. O painel é completo, traz informações como indicador de combustível, indicador de marcha, conta-giros, indicador de consumo instantâneo e médio, hodômetro total e 2 parciais, relógio, indicador de troca de óleo e temperatura do líquido de arrefecimento. Nele ainda estão as luzes indicadoras de setas, sistema de injeção, farol alto, neutro, pressão do óleo e Shift Light.

Fotos da nova Yamaha YZF-R3 azul e preta. Uma de lateral e outra três quartos de frente. Os garfos dianteiros são dourados.

O motor bicilíndrico em linha da R3 tem a capacidade cúbica de 321 cc. Ele conta com duplo comando (DOHC -Dual Over Head Camshaft), 4 válvulas por cilindro, arrefecimento líquido e alimentação por injeção eletrônica e é capaz de capaz de gerar potência e torque máximos de 42,01cv a 10.750 rpm, e 3,02 Kgf.m a 9.000 rpm, respectivamente.

Nele, os pistões em alumínio são forjados (similar aos utilizados em motos de competição), e o cilindro utiliza tecnologia DiASil Yamaha, uma liga de Alumínio e Silício que proporciona menor vibração, melhor dissipação de calor e ganho em performance.

O escapamento. Do tipo 2 x 1, ele conta com sistema de câmara de expansão, que reduz ruídos e melhora a performance, e sua ponteira com desenho arrojado e dimensões compactas, é posicionada junto ao centro do chassi para favorecer a centralização de massa.

Freios: Na dianteira, o modelo é equipado com um sistema formado por uma pinça de duplo pistão e um disco ventilado do tipo flutuante com generosos 298mm de diâmetro. Na traseira, o conjunto é formado por um disco ventilado é de 220mm, e por uma pinça com pistão único. Tanto o freio dianteiro quanto o traseiro contam com sistema ABS.

A nova YZR-R3 estará disponível na rede de concessionárias Yamaha a partir da primeira semana de agosto de 2019 e o preço público sugerido será de R$ 23.990,00+frete, enquanto para a Monster Energy MotoGP Edition, R$ 24.490,00+frete, com 4 anos de garantia e revisão com preço fixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Silvio Porto

Silvio Porto é um jornalista que estreou na extinta Revista Afinal como repórter fotográfico, passou pelas Revistas Placar e Quatro Rodas onde conquistou prêmios importantes. Viajou pelo mundo cobrindo futebol, os principais salões do automóvel (Paris, Frankfurt, Detroit e São Paulo), além de Fórmula 1 e os lançamentos de carros e motos. Fez parte do quadro de jurados do Prêmio “Carro do Ano”, da Revista Auto Esporte e há oito anos é um dos jurados do Prêmio Imprensa Automotiva realizado pela Abiauto – Associação Brasileira da Imprensa Automotiva. Hoje é diretor e editor do Portal MotorCar (www.motorcar.com.br) e do Blog do Silvio Porto (www.silvioporto.com.br).